Prefeitura certifica 1ª escola 5.0 em 2024

Lucas Brito


Secretaria de Educação e Cidadania

A Emefi Profª Dosulina Chenque Chaves de Andrade, na região norte, é a primeira escola a receber o certificado do programa Educação 5.0 em 2024.

Nesta segunda-feira (26), a unidade se tornou a 19ª escola da Prefeitura de São José dos Campos a receber o selo. Localizada no bairro Altos de Santana, a escola atende 870 alunos do 1º ao 9º ano.

Além das salas de aula regulares, a escola conta com Sala de Leitura, Sala Google, Salas para Educação Especial Inclusiva, Laboratório Maker e demais espaços coletivos como quadra e pátio. Todos os ambientes foram revitalizados para atender ainda melhor a comunidade escolar.

Os investimentos não param na infraestrutura e tecnologia, proporcionando aos estudantes diferentes programas que focam nas habilidades e competências socioemocionais, com novas ferramentas e materiais pedagógicos, projetos e muito mais.

Carinho pela escola

As jovens Ana Luiza e Maria Eduarda, ambas de 14 anos, estudam na escola desde o 1º ano. Agora no último ano do ensino fundamental, elas querem aproveitar ao máximo as novidades.

“É muito emocionante ver o quanto a escola cresceu junto com a gente. Tenho muito orgulho de fazer parte da família Dosulina, por mim eu ficaria aqui pelo resto da minha vida”, conta Ana Luiza.

“Os professores daqui são ótimos, aprendi bastante coisa nesses 9 anos e é maravilhoso saber que nossa escola ficou tão boa”, afirma Maria Eduarda.

Ana Luiza e Maria Eduarda demonstram todo seu amor pela escola | Foto: Claudio Vieira/PMSJC

Transformação digital

Por meio do programa Educação 5.0 da rede de ensino municipal, a educação pública se atualiza e acompanha o desenvolvimento do mundo, com as tecnologias e novidades que preparam a nova geração para o futuro.

Lançado pela Prefeitura em 2021, o programa visa consolidar a transformação digital na rede de ensino municipal com um novo modelo educacional, em que a escola passa a dispor de ferramentas tecnológicas para aprimorar o ensino, além de ambientes mais dinâmicos, colaborativos e de interação.

O programa já foi implantado em outras 18 unidades da rede municipal de ensino, que são: Emefi Alda de Souza Araújo (Jardim Mesquita), Emefi Luiza Guratti (Setville), Emefi Maria Antonieta Payar (Residencial Pinheirinho dos Palmares), Emefi Emmanuel dos Santos (Residencial Frei Galvão), Emefi Palmyra Sant’Anna (Vila Industrial), Emefi Terezinha Araújo (Jardim Santa Hermínia), Emefi Leonor Pereira Nunes Galvão (Vila Industrial), Emefi Martha Abib Castanho (Jardim Satélite), Emefi Profª Therezinha do Menino Jesus do Nascimento (Dom Pedro I), Emefi Profº Álvaro Gonçalves (Campo dos Alemães), Emefi Profª Vera Babo de Oliveira (Altos de Santana), Emefi Profª Maria Ofélia Veneziani Pedrosa (Jardim Pôr do Sol), Emefi Profª Lúcia Pereira (Jd. Santo Onofre), Emefi Profª Otacília Madureira de Moura (Vila Nova Conceição), Emefi Mercedes Rachid Edwards (São Francisco Xavier), Emefi Doutor Possidônio José de Freitas (Galo Branco), Emefi Profª Homera da Silva Braga (Morumbi) e Emefi Prof. Moacyr Benedicto de Souza (Campo dos Alemães).


MAIS NOTÍCIAS

Secretaria de Educação e Cidadania