Pesquisa do Procon-SP mostra novo aumento no preço de repelentes





Levantamento também verificou que a variedade desse tipo de produto segue reduzida no mercado



Em mais um levantamento semanal de preços de repelentes feito em sites de grandes drogarias e supermercados, o Procon-SP verificou que houve uma alta de 2,08% nos preços médios dos produtos pesquisados – o preço médio em 26 de abril que era de R$ 21,97 passou para R$ 22,43 em 3 de maio.

A consulta online, feita a partir de um endereço de referência na capital, identificou ainda que a oferta de repelentes permanece reduzida para o consumidor. Só foi possível fazer a comparação de preços de quatro itens e de duas marcas que estavam disponíveis comparando-se com a quantidade e variedade de produtos disponíveis na primeira pesquisa, no final de 2023 e com o início da série semanal em fevereiro.

Veja o relatório completo (https://www.procon.sp.gov.br/wp-content/uploads/2024/05/Comparativo-repelentes-periodo-03-05-24-26-04-24.pdf)

Os levantamentos de preço médio realizados em dezembro do ano passado e semanalmente a partir de fevereiro de 2024 têm como objetivo ajudar o consumidor a ter referências na hora da compra, alertar para a importância da pesquisa de preços e para a necessidade de prevenção à dengue.

O Procon-SP recomenda que ao escolher um repelente o consumidor leia o rótulo com atenção, observe se há o registro da Anvisa, eventual restrição de idade, entre outras informações.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap